Entrevista com Ciro Gomes feita em Americana
Durante a celebração dos 11 anos da Fesspmesp (Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos do Estado de São Paulo), evento com cobertura da AGSP (veja matéria), nosso...


ARTIGO
A era virtual e a quebra de hegemonia da TV Globo
 
Artigo de Lucas Ricardo de Souza Pereira - Jornalista da Agência de Comunicação Grita São Paulo - AGSP, ex-foca da redação, aficionado pelo mundo do futebol, games, séries e rock'n'roll
 
O dia 27 de junho fica marcado para os brasileiros por duas grandes surpresas. A primeira foi a eliminação da poderosa Alemanha, ainda na fase de grupos da Copa do Mundo, após a derrota de 2 a 0 para a Coréia do Sul. A segunda é a quebra da hegemonia da TV Globo na transmissão da UEFA Champions League. Os direitos do campeonato ficaram, acredite se quiser, com o Facebook, de Mark Zuckeberg.

RENOVAÇÃO -
Após anos de superação contra outras emissoras da TV aberta, a gigante Globo é deixada para trás por uma “rede social”. O fato demonstra a força da internet. Entramos de vez na era virtual e já não há espaço na mídia para pessoas ou empresas que não se reinventam profissionalmente. O Facebook é um grande exemplo disso. Estabeleceu-se como uma das maiores, senão a maior plataforma de usuários online, e, agora, expande seu alcance para uma gama de programação ainda maior, afetando emissoras de TV.

A nova geração está conectada desde cedo. Segundo uma pesquisa de 2017 do El País, 82 milhões de brasileiros (42% da população) têm costume de assistir a vídeos na rede, uma marca que só cresce a cada ano. Eu mesmo, se não for para ver futebol, dificilmente pego no controle remoto da televisão. É um novo momento sem escapatória para ninguém. Quem viver verá os próximos episódios da era da internet!

Avanço da tecnologia, principalmente na internet, inova o acesso à informação e quebra hegemonia de grandes emissoras
 
CLIQUE AQUI E CONFIRA O ARTIGO ANTERIOR